WARGAMES

Batalha da Inglaterra29/06/2014A 22 de junho de 1940, a França rendeu-se à até então invencível Alemanha. Mas a Inglaterra continuava determinada a opor-se à expansão nazista e, após rechaçar as propostas de paz de Hitler, os ingleses se entrincheiraram em sua ilha, esperando pela invasão.
Do lado alemão, concluiu-se que para executar a invasão seria necessário, em primeiro lugar, anular a defesa de caças dos ingleses. Com bases na costa do Canal da Mancha, os mais de 2.000 aviões da Luftwaffe podiam fazer da vida dos ingleses um inferno, desafiados por cerca de 600 aviões do Comando de Caças da RAF. Se os alemães conquistassem a supremacia aérea nos céus ingleses, a Royal Navy não poderia opor resistência séria a uma invasão.
No começo de julho, a Luftwaffe estava pronta para reiniciar as operações em larga escala, com bases na Holanda, Bélgica, França, Noruega e Dinamarca. O Comando de Caças tinha, além de seus esquadrões de Huricanes e Spitfires para a defesa, uma rede de radares que davam o alerta antecipado da chegada dos atacantes.
O que se convencionou chamar de “Batalha da Inglaterra” foi uma série de batalhas aéreas que se desenrolaram nos céus ingleses entre 10/07/40 e 31/10/40. Nessas batalhas, a RAF destruiu o mito da invencibilidade da Luftwaffe, negou aos alemães a supremacia aérea no Sul da Inglaterra, evitando assim a invasão alemã, e deu ao Mundo Livre a esperança de que a Alemanha podia ser derrotada.
Não foi à toa, portanto, que Churchill fez seu famoso pronunciamento: “Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos”. Os “poucos” eram os pilotos de caça britânicos; “tanto” era liberdade; “tantos” era toda a Humanidade.
Download Relacionado:
Clique aqui para baixar  inglaterra
Compartilhar: