quem somos

O Clube dos Generais é uma entidade de estudos e debate sobre os acontecimentos histórico-militares da humanidade, com ênfase nas Grandes Guerras Mundiais do Século XX.

Fundado em 1998 para ser um grupo de discussões sobre um jogo de computador chamado “Panzer General”, o Clube dos Generais logo se desenvolveu em um grupo onde a Segunda Guerra Mundial era seu principal assunto. Baseado em um grupo de e-mails do YahooGrupos e depois migrado para o GoogleGroups, o Clube dos Generais rapidamente tornou-se mais do que apenas um grupo de discussão, é uma irmandade onde grandes amizades foram forjadas, seja virtualmente ou presencialmente. Para deixar as discussões mais interessantes, todo membro deve assumir a identidade de um combatente das Grandes Guerras Mundiais.

O principal evento do Clube dos Generais é seu Encontro Nacional, realizado uma vez por ano em local pré determinado. Nesses encontros, os generais que se conheciam apenas por e-mail confraternizam-se e criam momentos marcantes de amizade e fraternidade. Então, se você sente falta de falar sobre guerras, grandes aeronaves, exércitos ou aquela belonave que é sua paixão, junte-se a nós.

É pra isso que existe o Clube dos Generais. Para quem não pode ter um blindado em casa!!

Seja Bem-Vindo!

Estado Maior do Clube dos Generais
 
Vídeo Relacionado:
Isto é o Clube dos Generais


Download Relacionado:
Clique aqui para baixar  Estatuto

Artigos

A Participação do S.A.S. na Caçada aos Criminosos dos Bálcãs Após a dissolução da ex-Iugoslávia, onde a união dos vários Estados de que era composta só era possível pela mão de ferro com que Tito a mantinha, seguiram-se vários conflitos - seja por independência, seja por razões étnico-religiosas – e o que se viu foi uma série de genocídios. Houve casos de lutas por independência que duraram somente alguns dias, outros duraram meses e alguns sem lutas, como no caso da Macedônia. Ebook - 100 Melhores Filmes de Guerra - 1ª ed. 2015 As guerras inspiraram a produção de uma infinidade de filmes pelo mundo todo. Ao analisar a proposta do General Hutier para movimentar a fanpage do CG no Facebook no início de 2015, pensei que poderíamos, partindo do que a Revista Grandes Guerras (Ed. 60 Julho de 2008) fez, criar a lista dos 100 melhores filmes de guerra do CG. A Comida no Front - Alimentação na Primeira Guerra Mundial No início da guerra, os soldados Britânicos tinham uma ração de combate bastante interessante, cuja base era cerca de 300g de Carne e 250g de Vegetais por dia, o que pode ser considerado um luxo se compararmos com o que viria nos anos seguintes. As encomendas vindas de casa vinham carregadas de chocolates, latas de sardinha e biscoitos doces e era, sem dúvida, um bálsamo nos corpos e mentes cansadas destes combatentes. Esta alegria, contudo era sazonal, no mínimo irregular, sem datas previstas. As opções cotidianas da tropa eram bastante limitadas.