ARTIGOS

O Encouraçado Yamashiro04/06/2014 por Erich Raeder

O Encouraçado Yamashiro era um dos grandes navios de guerra que faziam parte dos projetos de construção de uma grande esquadra Imperial pelos japoneses antes da Primeira Guerra Mundial. Pertencente a Classe Fuso, ele e o Fuso eram melhoramentos da revolucionária Classe Kongo.
Equipado com turbinas americanas, Brown-Curtis, chegava à velocidade máxima de 22 nós. Ao longo do seu casco, em linha, estavam os canhões de 14 polegadas em número de seis torres duplas. O armamento secundário era de 16 canhões de seis polegadas distribuídos individualmente, oito deles em cada bordo. Não era devidamente bem protegido, no que se refere à blindagem no seu todo. Entre 1927-28 passaria por reforma na sua superestrutura onde ainda seria acrescentado um pequeno armamento antiaéreo que consistia em dois canhões de 3.1 polegadas. Já ao longo dos anos 30 sofreria grande modificação na sua estrutura. Seus mastros seriam modificados, bem como sua torre de comando que seria reformada no estilo “Pagoda” subtraindo-se umas das chaminés, etc. A blindagem seria aumentada das 8.588 tons para 12.199 tons, seu comprimento seria também aumentado. Nova maquinaria seria colocada: 4 turbinas geradoras Kampon no lugar das Curtis e mais seis turbinas a óleo no lugar das 24 caldeiras a carvão. A velocidade estaria aumentada para 24,77 nós e o seu raio de ação seria agora de 11.000 milhas. No Yamashiro seria feito o primeiro teste para decolagem de um avião através de uma plataforma de vôo, num navio de guerra japonês convencional, teste realizado por três aviões durante a primeira modernização. Muito lento para ser escolta de porta-aviões o Yamashiro ficaria junto com o Fuso atuando em águas domésticas, até ser enviado para compor a divisão das Aleutas, com o propósito de posteriormente ser convertido parcialmente em porta-aviões, tal como fora feito com o Ise e o Hyuga. O plano de conversão fora abandonado após a derrota japonesa na Batalha do Mar das Filipinas. Ele nunca receberia a quantidade de armamento antiaéreo tal como aconteceria com os outros encouraçados. Na Batalha do Estreito de Surigao, após seu irmão de Classe, o Fuso, ser afundado, o Yamashiro enfrentaria o peso da linha de batalha americana. Os velhos encouraçados americanos, sob o comando do Almirante Jessé B. Oldendorf, equipados com o que havia de mais moderno em termos de radar e controle de fogo enfrentariam o encouraçado japonês. A cerca de 22.800 jardas, o Tennessee e o West Virginia abriram fogo seguidos pelo Maryland e a Capitânia Mississipi. Em meio à chuva de bombas, o Yamashiro continuava a tentativa de descer o estreito. Parecia impenetrável ante as bombas de 14 e 16 polegadas dos encouraçados americanos e até mesmo contra os torpedos. Pouco tempo depois acabaria por diminuir a velocidade até afundar, levando consigo todos os seus tripulantes juntamente com o Almirante Nishimura.     Especificações Técnicas Yamashiro – Classe Fuso Deslocamento: 30.600 tons normal; 35.900 tons carregado. Dimensões: 205,1 x 28,65 x 8,6 metros. Propulsão: Turbinas a vapor Brown-Curtis, 24 caldeiras a carvão, 4 hélices, 40.000 hp, 22.5 nós. Tripulação: 1.193 Armamento: 6 torres duplas de 14/45 polegadas, 16 simples de 6/50 polegadas , 4 simples de 4/40 polegadas, 6 lançadores de torpedos de 21 polegadas. Blindagem: 4-12 pol cinturão, 1.25-3 pol conveses, 8-12 pol barbetas e torres, 12 pol torre principal.       Especificações após a reconstrução Deslocamento: 34.700 tons normal; 38.536 tons carregado. Dimensões: 212,75 x 30,63 x 9,6 metros. Propulsão: Turbinas a vapor Kampon, 6 caldeiras a óleo, 75.000 hp, 4 hélices, 24.7 nós. Tripulação: 1.396 Armamento: 6 torres duplas de 14/45 polegadas, 14 torres simples de 6/50 polegadas, 4 torres duplas de 5/40 polegadas, 16 canhões de 25 mm chegando até 37 ao final. Blindagem: 4-12 pol cinturão, 3.8-7 pol convés. Construído por Yokosuka Navy. Iniciado a 20 de Novembro de 1913, lançado ao mar a 03 de Novembro de 1915, completado a 31 de Março de 1917. Reconstrução entre 1930-3/1935. Danificado por destróieres e por granadas de 14 e 16 polegadas até ser afundado a 25 de Outubro de 1944.

 
Compartilhar: