ARTIGOS

Pogrom de Przytyk14/09/2017POGROM DE PRZYTYK

por Gerd von Rundstedt

Pogrom ocorrido contra a comunidade judaica em Przytyk, condado de Radom, centro-leste da Polônia em 09 de março de 1936.
Foi o incidente mais notório da violência anti-semita na Polônia no período entre guerras, atraindo atenção a nível mundial. Camponeses locais foram agitados com a propaganda anti-semita de políticos Poloneses. Um boicote e ataques violentos foram organizados a lojas da comunidade judaica. Um grupo de auto-defesa judaica foi organizado. Dois dias antes do pogrom, alguns dos residentes judeus se reuniram na praça da cidade, em antecipação do ataque dos camponeses, mas nada aconteceu naquele dia. Dois dias depois, os camponeses atacaram o judeus. O pogrom terminou com 2 judeus e 1 polonês feridos. Nos distuúrbios várias pessoas foram presas. Em 02/junho o julgamento dos acontecimentos foi iniciado, envolvendo 43 poloneses e 14 judeus. O veredicto foi pronunciado em 26/junho, com 11 judeus condenados a penas de prisão de 6 meses a 8 anos, e 39 poloneses receberam sentenças de 6 meses a 1 ano. Os judeus acusados alegaram legítima defesa, mas o tribunal rejeitou o argumento. O veredicto ultrajou a comunidade judaica na Polônia, levando a uma série de greves de âmbito nacional. Notícias do pogrom horrorizaram a população judaica, assim como os judeus em todo o mundo, contribuindo para a emigração significativa de judeus da Polônia.
 
Compartilhar: